Museu da Árvore
Coleções têm sido temas de inúmeras matérias. Alguns colecionam arte outros brinquedos antigos, alguns colecionam miniaturas. O Arquiteto paisagista Enzo Enea, suíço, tem as árvores como coleção. Seu fascínio pela transformação das espécies durante as estações do ano, dos botões as flores, dos verdes aos amarelos e vermelhos, até a escultura dos troncos no inverno são eventos mágicos da obra prima da natureza. Então, assim como a Mona Lisa tem o Louvre, as árvores de Enzo tem o Museu da Árvore, na margem do lago de Zurique.

Fundado em 2012, a galeria ao ar livre exibe cerca de 22 variedades de árvores que Enea passou 17 anos coletando em diferentes lugares. Para ajudar a criar esta exposição viva junto a sede da sua empresa, (Enea Landscape Architecture), ele se associou ao arquiteto Chad Oppenheim. Embora ele seja mais conhecido por seus condomínios extravagantes que formam a silhueta no horizonte de Miami, Oppenheim projetou uma paisagem zen, um ambiente onde jardim de esculturas reúne a beleza das árvores com a força da pedras. Por trás de cada árvore está uma parede de arenito que funciona como um quadro. Assim cada pinheiro ou magnólia mostram suas belezas incomparáveis.